Conferências EPUL | Gestão de Empreendimentos

Gestão de Empreendimentos | 22 Novembro 2011

A gestão é, na sua génese, o processo organizacional de trabalhar com pessoas e recursos para realizar, com eficiciência e eficácia, os objectivos que se pré-definem em função do suprimento de necessidades que se identificam, em função e com vista à satisfação do bem-estar e qualidade de vida das pessoas.

A gestão de empreendimentos não é mais do que a aplicação deste conceito genérico à área técnica da construção. A gestão de emprendimentos inicia-se no conceito ou programa preliminar de um projecto, que visa satisfazer uma necessidade objectiva de construir, sejam urbanizações, infra-estruturas, edificios, com os seus diferentes usos, de habitação, comércio, escritórios, equipamentos, ou necessidade de renovação, regeneração, reabilitação urbana ou outra.

Na quarta e última conferência da EPUL, subordinada ao tema “Gestão de Empreendimentos”, pretende-se apresentar a actividade praticada pela Direcção de Gestão de Empreendimentos da EPUL, as experiências e os conteúdos mais relevantes, com conhecimentos teóricos e práticos, confrontando as vantagens e as desvantagens das diversas actuações, a retirar de exemplos das intervenções da EPUL apresentados por alguns dos principais intervenientes.

Fonte EPUL

Rendas prime estáveis

Nos centros comerciais assistiu-se a um aumento da renda dos activos prime em resultado de um incremento da procura por este tipo de imóveis. De acordo com a consultora, tem sido evidente que num contexto de fraco crescimento económico e retracção do consumo, os retalhistas optam por melhores imóveis e localizações.

Pelo contrário, no comércio de rua do Porto, verificou-se um decréscimo do valor da renda prime em resultado da fraca procura por estes activos.

As yields continuaram a tendência descendente no sector dos Escritórios mas mantiveram-se estáveis nos sectores de Retalho e de Industrial & Logística. Os imóveis de Retalho são os únicos a não registar descidas nas prime yields desde o inicio da crise.

De acordo com os Índices CB Richard Ellis de Rendas e de Taxas de Capitalização Prime (yields), na Europa assistiu-se também a uma estabilização das rendas prime ao longo do período em análise, com a maioria dos mercados a revelarem poucas ou nenhumas alterações.

Existem contudo sinais de crescimento em alguns mercados, principalmente no segmento de escritórios para o qual o Índice CB Richard Ellis de Rendas registou no 1º trimestre o primeiro aumento desde o início da crise – um crescimento que está a ser fortemente impulsionado pelos mercados de Paris e de Londres.

Esta inversão no Índice de Rendas também reflecte o facto de o segmento de escritórios ser aquele que está a sentir uma maior descida nas Yields, com quase metade das localizações de escritórios monitorizadas a registarem uma queda no 1º trimestre.

Fonte CBRE

_

Troca-se por Arte

“Troca-se por Arte” é um projecto de divulgação da cidade e dos nossos artistas, em colaboração com os proprietários das lojas de comércio tradicional na cidade invicta.

O objectivo é mostrar alguns artistas que consideramos promissores e talentosos, e durante 3 dias desloca-los do circuito regular da arte.

Os proprietários aderiram no bom sentido a esta iniciativa trocando as suas montras por uma exposição que decorrerá apenas durante o fim de semana de 16, 17 e 18 de Abril.

Esta acção não tem fins lucrativos e só vem tentar dinamizar mais o comércio,e fazer com que o público se atente mais com a arte, com arquitectura, e com a noção de cidade viva.

Blog I Cartaz

_