2010

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Dezembro de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação foi 2,045% em Dezembro, aumentando 0,053 pontos percentuais (p.p.) relativamente ao mês anterior. Face a Junho de 2010, o acréscimo acumulado fixou-se em 0,242 p.p.. A prestação média vencida foi 259 euros, montante superior em 2 euros ao observado no mês anterior.

Face a Novembro, a taxa de juro implícita dos contratos celebrados nos últimos 3 meses registou um acréscimo de 0,106 p.p., fixando-se em 2,800%. Comparativamente a Março de 2010, mês em que se atingiu a taxa mínima da série, o aumento acumulado é de 0,783 p.p..

Para este tipo de contratos, o valor médio da prestação vencida aumentou 10 euros face a Novembro, situando-se em 337 euros.

PDF

Fonte INE 25.01.11

 _

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Novembro de 2010

Em Novembro, a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação situou-se em 1,992%, superior em 0,048 pontos percentuais (p.p.) face a Outubro e traduzindo um acréscimo acumulado de 0,190 p.p. desde Junho de 2010. A prestação média vencida fixou-se em 257 euros, superior em 2 euros à do mês anterior.

Relativamente aos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita fixou-se em 2,694%, a que correspondeu um acréscimo mensal de 0,172 p.p..

Comparativamente a Março de 2010, mês em que se atingiu a taxa mínima da série, o aumento acumulado é de 0,676 p.p.. O valor médio da prestação vencida aumentou 4 euros face a Outubro, atingindo 327 euros.

PDF

Fonte INE 03.01.11

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Outubro de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação atingiu 1,944% em Outubro, superior em 0,055 pontos percentuais (p.p.) à registada no mês anterior e representando um acréscimo acumulado de 0,142 p.p. comparativamente a Junho de 2010.

O valor médio da prestação vencida fixou-se em 255 euros, a que correspondeu um aumento mensal de 2 euros. Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita foi de 2,522%, mais 0,196 p.p. que no mês precedente e mais 0,505 p.p. que em Março de 2010, enquanto a prestação média vencida foi de 323 euros, registando um aumento mensal de 6 euros.

PDF

Fonte INE 29.11.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Setembro de 2010

Em Setembro a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se em 1,890%, a que correspondeu um acréscimo mensal de 0,049 pontos percentuais. A prestação média vencida foi de 254 euros, superior em 2 euros ao valor do mês anterior.

Considerando os contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita situou-se em 2,326% em Setembro, mais 0,152 pontos percentuais que no mês precedente, com o valor médio da prestação vencida a aumentar 10 euros para 317 euros.

PDF

Fonte INE 28.10.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Agosto de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação situou-se, em Agosto, em 1,840%, representando um acréscimo mensal de 0,023 pontos percentuais. O valor médio da prestação vencida foi de 252 euros, mais 1 euro que no mês anterior.

Os contratos celebrados nos últimos 3 meses registaram uma taxa de juro implícita de 2,174%, superior em 0,059 pontos percentuais à do mês precedente. A prestação média vencida desses contratos fixou-se em 307 euros, a que correspondeu um aumento mensal de 8 euros.

PDF

Fonte INE 27.09.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Julho de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação atingiu 1,817% em Julho, o que representou um acréscimo mensal de 0,014 pontos percentuais, voltando a aumentar após 18 meses consecutivos de reduções. A prestação média vencida fixou-se em 251 euros, superior em 1 euro ao valor do mês anterior.

Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita foi de 2,115%, 0,058 pontos percentuais superior à do mês precedente, com o valor médio da prestação vencida a registar um aumento mensal de 3 euros para 299 euros.

PDF

Fonte INE 27.08.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Junho de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se, em Junho, em 1,803%, o que representou uma redução mensal de 0,006 pontos percentuais (p.p.), metade do decréscimo observado em Maio (0,012 p.p.). O valor médio da prestação vencida manteve-se, pelo 4º mês consecutivo, em 250 euros.

Quanto aos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita situou-se em 2,057%, 0,015 p.p. superior à do mês anterior, com a prestação média vencida a aumentar 1 euro no mesmo período.

PDF

Fonte INE 27.07.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Maio de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação atingiu, em Maio, 1,808%, o que correspondeu a uma redução mensal de 0,012 pontos percentuais (p.p.), inferior à diminuição verificada no mês anterior (0,016 p.p.). A prestação média vencida voltou a estabilizar nos 250 euros, valor já atingido nos 2 meses anteriores.

Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita foi de 2,042%, superior em 0,010 (p.p.) à registada em Abril, enquanto o valor médio da prestação vencida, 296 euros, registou uma diminuição mensal de 5 euros, em consequência da forte redução do valor médio do capital em dívida.

PDF

Fonte INE 28.06.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Abril de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se, em Abril, em 1,821%, representando uma redução mensal de 0,016 pontos percentuais (p.p.), inferior, contudo, ao decréscimo atingido no mês anterior (0,036 p.p.). O valor médio da prestação vencida estabilizou em 250 euros, após 15 meses consecutivos de reduções.

Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, os valores da taxa de juro implícita e da prestação média aumentaram ambos. A taxa de juro fixou-se em 2,032% (2,018% em Março) e a prestação em 300 euros (superior em 8 euros ao valor do mês anterior).

PDF

Fonte INE 27.05.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Março de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação atingiu, em Março, novo mínimo de toda a série disponibilizada , fixando-se em 1,837%, o que correspondeu a uma redução mensal de 0,036 pontos percentuais (p.p.) e a um decréscimo acumulado de 4,140 p.p. nos últimos 15 meses. Esta redução foi no entanto menos acentuada que a verificada no mês anterior (0,046 p.p.).

A prestação média vencida, que também se fixou como mínimo da sérieb, foi de 250 euros, 119 euros menor que o valor de Dezembro de 2008. Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita recuou 0,017 p.p. (tinha recuado 0,024 p.p. em Fevereiro), situando-se em 2,018%.

PDF

Fonte INE 27.04.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Fevereiro 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se, em Fevereiro, no valor médio de 1,873%, o que representou uma redução mensal de 0,046 pontos percentuais e uma diminuição acumulada de 4,103 pontos percentuais num período de 14 meses consecutivos, atingindo novo mínimo de toda a série disponibilizada .

O valor médio da prestação vencida, que também correspondeu ao mínimo da sérieb, foi de 251 euros, inferior em 118 euros ao de Dezembro de 2008. A taxa de juro implícita nos contratos celebrados nos últimos 3 meses diminuiu 0,024 pontos percentuais, para um valor de 2,034%.

PDF

Fonte INE 29.03.10

_

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação | Janeiro de 2010

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se, em Janeiro, no valor médio de 1,919%, novo mínimo de toda a série disponibilizada , o que representou uma redução mensal de 0,067 pontos percentuais e acumulada de 4,057 pontos percentuais desde Dezembro de 2008.

A prestação média vencida situou-se em 252 euros, valor inferior em 117 euros ao de Dezembro de 2008 e correspondeu também ao valor mínimo da sérieb. Quanto aos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita recuou 0,025 pontos percentuais, fixando-se em 2,058%.

PDF

Fonte INE 01.03.10

_

2 responses to “2010

  1. Hi. Thank you for creating this internet site . I m working on betting online niche and have identified this internet site employing search on bing . Is going to be positive to look far more of your content material . Gracias , see ya. :S

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s