Turismo internacional em crescimento

O turismo internacional deverá conseguir «crescer entre três a quatro por cento» durante este ano, apesar da crise, de acordo com um estudo da Organização Mundial do Turismo (OMT), que será apresentado na sexta-feira, em Braga.

Ainda de acordo com o mesmo trabalho, «em 2030 deverá registar-se um número de 1,8 biliões de turistas».

O crescimento previsto para 2012 fica ligeiramente abaixo do registado no ano passado, que foi de 4,4 por cento, mas a antevisão de médio prazo apresenta uma curva ascendente bem notória suportada pelas economias emergentes.

O estudo da OMT mostra que, já em 2015, o número total de turistas de países emergentes será superior a 550 milhões, ultrapassando então, pela primeira vez, o dos países desenvolvidos, que deverá situar-se nos 540 milhões.

O estudo, de Sandra Carvão, diretora de Comunicação e Coordenadora do Comité de Resposta à Crise Económica Internacional da OMT, será apresentado na sexta-feira, na Universidade Católica Portuguesa, em Braga, durante a conferência «O Turismo e a Crise Internacional».

A conferência reúne 20 personalidades do mundo académico, político e empresarial, de Portugal e de outros países, que procurarão fazer uma análise sobre a realidade da atividade turística e o impacto da crise internacional no setor e, sobretudo, perspetivar novos desafios e oportunidades.

«Esta conferência visa, assim, no contexto da atual conjuntura macroeconómica, dar um contributo para a reflexão sobre o maior setor exportador de Portugal – o turismo», realçou o presidente da comissão organizadora, Nuno Fazenda.

A ex-ministra Manuela Ferreira Leite, o anterior secretário-geral da CGTP e agora professor da Universidade Lusófona, Carvalho da Silva, o presidente do Conselho Económico e Social Português, Silva Peneda, o presidente do Turismo de Portugal, Frederico Costa, e o presidente da TAP, Fernando Pinto, são intervenientes nesta conferência.

O norte-americano Don Hawkins, uma referência mundial no setor e professor de Política de Turismo na Universidade George Washington, em Washington, é outro dos conferencistas.

Don Hawkins foi a primeira personalidade no mundo a receber o Prémio Ulysses, da OMT, entendido como um «nobel em turismo», em 2003, sendo também autor de vários livros e de mais de três centenas de artigos académicos sobre o setor.

A primeira conferência internacional «O Turismo e a Crise Internacional» é organizada pela Universidade Católica Portuguesa de Braga, no âmbito do seu projeto educativo de formação superior na área do turismo.

Fonte AF | UCP

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s