2011

_

Atividade Turística | Dezembro de 2011

A hotelaria registou 1,7 milhões de dormidas em dezembro, menos 4% do que no período homólogo do ano anterior. Para este resultado contribuíram tanto os residentes como os não residentes, ambos com reduções de 4%. Os proveitos totais decresceram 7,7% e os de aposento 5,9%, face a dezembro de 2010.

Os dados preliminares de 2011 são maioritariamente favoráveis, situando-se as dormidas em cerca de 40 milhões, equivalendo a um aumento homólogo de 5,9%. Apenas os não residentes contribuíram para este acréscimo (+10,4%), já que as dormidas de residentes decresceram 1,9%.

PDF

Fonte INE 13.02.2012

_

Atividade Turística | Novembro de 2011

As dormidas nos estabelecimentos hoteleiros decresceram 3,4% face ao período homólogo, atingindo 1,9 milhões. Esta inversão de tendência deve-se ao contributo negativo dos residentes (-12,2%), já que os não residentes mantiveram uma evolução positiva (+2%).

Os proveitos apresentaram igualmente quebras homólogas, de 4,1% para os proveitos totais e 3,6% para os de aposento.

PDF

Fonte INE 12.01.2012

_

Atividade Turística | Outubro de 2011

As dormidas na hotelaria aumentaram 2,4% face ao mês homólogo do ano anterior, atingindo 3,5 milhões. Apenas os não residentes contribuíram para este resultado (+6%), com destaque para os mercados brasileiro, britânico e holandês. As dormidas de residentes, comparativamente com o ano anterior, decresceram pelo segundo mês consecutivo.

Os proveitos mantêm uma evolução favorável, que resultou em acréscimos homólogos de 4,6% para os proveitos totais e 5,2% para os de aposento.

PDF

Fonte INE 13.12.11

_

Atividade Turística | Setembro de 2011

No mês de setembro de 2011 a hotelaria registou 4,5 milhões de dormidas, o que representa um acréscimo de 4,6% relativamente ao mês homólogo do ano anterior. Para este resultado contribuíram os residentes no estrangeiro (+8,9%), uma vez que os residentes em Portugal reduziram o número de dormidas em 3,8%. Dos principais mercados emissores destacam-se o brasileiro (+26,2%) e o britânico (+10,8%).

Os proveitos totais e os de aposento atingiram 223,8 milhões e 156,6 milhões de euros, respectivamente, equivalendo a variações homólogas positivas de 8,5% e 9,9%.

PDF

Fonte INE 11.11.2011

_

Actividade Turística | Agosto de 2011

No mês de Agosto de 2011 os estabelecimentos hoteleiros registaram 6 milhões de dormidas, mais 5,6% do que no mês homólogo do ano anterior. Para este resultado contribuíram os não residentes (+9,8%), principalmente os mercados brasileiro, britânico, holandês e francês que, em conjunto, representaram 40% das dormidas de não residentes e cresceram 17,2% relativamente a Agosto de 2010.

Os proveitos totais atingiram 301,8 milhões de euros e os de aposento 224,2 milhões, correspondendo a acréscimos homólogos de 6,2% e 6,8% respectivamente.

PDF

Fonte INE 13.10.2011

_

Actividade Turística | Julho de 2011

No mês de Julho de 2011, os estabelecimentos hoteleiros registaram 5,1 milhões de dormidas, correspondendo a um acréscimo homólogo de 10%. O Algarve foi a principal região de destino (44,6% do total de dormidas), com um crescimento homólogo de 9,5%, para o qual contribuiu um expressivo aumento da procura por parte de alguns dos principais mercados emissores da Região.

A nível nacional, os proveitos totais atingiram 240,8 milhões de euros e os de aposento 172,8 milhões, representando crescimentos homólogos de 11,1% e 12,5% respectivamente.

PDF

Fonte INE  13.09.11

_

Actividade Turística | Junho de 2011

No mês de Junho de 2011, a hotelaria apresentou quatro milhões de dormidas, mais 13% do que no mês homólogo do ano anterior. As dormidas de residentes cresceram 4,7% e as dos não residentes 17,8%, resultado para o qual contribuíram os principais mercados emissores, com destaque para o brasileiro e o britânico cujo crescimento conjunto ultrapassou os 25,5%.

Os proveitos totais atingiram 194,5 milhões de euros e os de aposento 132,4 milhões, representando acréscimos homólogos de 14,1% e 15,1% respectivamente.

PDF

Fonte INE 16.08.11

_

Actividade Turística | Maio de 2011

No mês de Maio de 2011 os estabelecimentos hoteleiros registaram 3,6 milhões de dormidas, o que representa um acréscimo homólogo de 8,2%. Para este crescimento contribuíram apenas os não residentes (+17,6%), já que os residentes apresentaram uma evolução negativa (-10,6%). Os principais mercados emissores continuam a revelar resultados em crescimento face ao mês homólogo do ano anterior, com destaque para o britânico, o brasileiro, o francês e o irlandês.

Os proveitos totais atingiram 176,6 milhões de euros e os de aposento 117,9 milhões, equivalendo a variações homólogas positivas de 7,3% e 8,6%, respectivamente.

PDF

Fonte INE 12.07.11

_

Actividade Turística | Abril de 2011

No mês de Abril de 2011 a hotelaria registou 3,5 milhões de dormidas, valor que representa um acréscimo homólogo de 18,4%, para o qual contribuíram os residentes (+6,4%) e, com maior expressão, os não residentes (+25,5%). Esta evolução francamente positiva dos principais indicadores resulta do aumento da procura no período da Páscoa – sucedido por um feriado nacional, associada a campanhas de preços promocionais e em comparação com os resultados desfavoráveis de Abril de 2010, então condicionados pela nuvem de cinzas vulcânicas.

Os proveitos totais atingiram 152,4 milhões de euros e os de aposento 103 milhões, correspondendo igualmente a variações homólogas positivas de 10,9% e 12,1%, respectivamente.

PDF

Fonte INE 14.06.2011

_

Actividade Turística – Março de 2011

No mês de Março de 2011 os estabelecimentos hoteleiros apresentaram 2,6 milhões de dormidas, mais 6,3% do que no mês homólogo do ano anterior. Para este resultado contribuíram os residentes (+4,4%) e, com maior impacto, os não residentes (+7,4%). O desempenho dos principais mercados foi igualmente positivo, com destaque para o brasileiro, o francês e o britânico.

Os proveitos totais atingiram 119,2 milhões de euros e os de aposento 77,5 milhões, correspondendo a crescimentos homólogos de 3,6% e 5,4%, respectivamente.

PDF

Fonte INE 12.05.11

_

Actividade Turística – Fevereiro de 2011

No mês de Fevereiro de 2011 os estabelecimentos hoteleiros registaram 1,9 milhões de dormidas, valor semelhante ao do mês homólogo do ano anterior (-0,4%). Mantendo a tendência dos últimos meses, as dormidas dos residentes decresceram 3,1%, enquanto as dos não residentes, que representavam 63,2% do total, registaram um acréscimo de 1,2%. Os mercados que mais contribuíram para este crescimento foram o francês, o espanhol, o holandês e o alemão.

Os proveitos totais atingiram 83,6 milhões de euros e os de aposento 54,3 milhões, correspondendo a decréscimos homólogos de 6,9% e 4%, respectivamente.

PDF

Fonte INE 12.04.11

_

Actividade Turística – Janeiro de 2011

No mês de Janeiro de 2011, os estabelecimentos hoteleiros registaram 1,6 milhões de dormidas, resultado inferior ao do mês homólogo em 1,4%. Os não residentes, representando mais de 60% do total de dormidas, apresentaram uma evolução ligeiramente positiva (+0,8%) que, no entanto, não foi suficiente para compensar o decréscimo dos residentes (-4,5%).

Os proveitos totais atingiram 75,2 milhões de euros e os de aposento 49,1 milhões, correspondendo a quebras homólogas de 6,8% e 5,2%, respectivamente.

PDF

Fonte INE 11.03.11

_

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s